terça-feira, 23 de setembro de 2014

#1358



E foi assim na primeira vez que te vi: tive todas as certezas quando, frente a frente, pela primeira vez nos olhámos. Ou quando nos reencontrámos. Eu sorri-te com o olhar, tu ofereceste-me um sorriso rasgado.

E foi assim na primeira vez que te vi: os nossos corações descompassaram e passaram a bater em uníssono. As nossas almas recordaram-se uma da outra. As nossas memórias avivaram-se e ganharam cor. Os nossos braços passaram a ter um abraço.

E foi assim a primeira vez que te vi: apaixonei-me e tive a certeza que já te conhecia. Que o nosso amor não é daqui. É de lá de trás. De agora. E de ora em diante.

2 comentários:

CGuerra disse...

Confesso que muitas vezes recordo esse dia com alguma saudade....Beijo

Paula Nogueira Guerra disse...

eu também....