sexta-feira, 22 de maio de 2015

#1997


 
"Amar mesmo"? Isso existe? Ou se ama ou não. Não se ama só um bocadinho. Não se ama às vezes. Não se ama quando dá jeito, é confortável e engraçado. Ou se ama, ou não se ama. Sem dúvidas mesmo que com todas as interrogações iniciais.
Na dúvida gosta-se, acha-se piada, faz-nos rir e faz-nos sentir bem. Na dúvida ficamos para ver se amamos o outro. Não se ama num dia, mas há um dia que percebemos que ontem já amávamos. Que ontem já faziam parte de nós. Que ontem já queríamos o... outro aqui.
"Amar mesmo", não existe. Ama-se e pronto. Sem mesmo. E sem merdas.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

#1996



Não sou fácil, eu sei.
Tenho as minhas manias e as minhas paranóias. As minhas exigências. Sou difícil de complicada. Sou dura de ouvir. Sou directa e incomodo. Sou difícil de me apaixonar. E não sou fácil de gostar. Amem-me ou odeiem-me.
Mas eu, ou não gosto de todo - odeio mesmo - ou amo por completo. Com todas as falhas, todos os erros. Com tudo aquilo que até pode incomodar, mas que é camuflado pelo tanto que é o melhor que há.
Quando quero, quero muito. Quando gosto, gosto para ficar. Quando amo, amo mesmo muito.
 
E EU AMO-TE MESMOOOOO

quarta-feira, 20 de maio de 2015

#1995



Só porque apetece. Só porque se deseja. Só porque sim.
Uma janela entreaberta. Um acordar vagaroso. Um bom dia no ouvido. Um abraço desinquietante. Um beijo no pescoço. Um pequeno-almoço acompanhado. Uma cama desarrumada. Uma manhã desejada.
Só porque sim.

terça-feira, 19 de maio de 2015

#1994



Fica com alguém que não tenha conversas dúbias. Que não te enrole. Que não tenha meias palavras. Que não de desculpas. Que não crie barreiras no que deveria ser fácil e simples. Fica com alguém que saiba o que quer e que queira agora.
 
Fica com alguém que te assuma. Que ande ao teu lado com orgulho. Que te apresente aos pais, aos amigos, ao chefe, ao empregado de limpeza da firma. Que segura a tua mão ao andar na rua. Que não tenha medo de te olhar apaixonadamente na frente dos outros. Fica com alguém que não se importa com os outros.
 
Fica com alguém que não deixe existir zonas nebulosas. Que te de mais certezas do que perguntas. Que apresente soluções antes mesmo dos questionamentos aparecerem. Fica com alguém que te seja a solução dos problemas e não a causa.
 
Fica com alguém que saiba que quer ser feliz e que para isso tem de deixar o passado passar. Fica com alguém que só tenha interesse no futuro e que queira esse futuro contigo.
 
Fica com alguém que te faça rir. Que te mostre que a vida pode ser leve mesmo em momentos duros. Que seja o teu refugio em dias caóticos. Fica com alguém que quando te abraça o resto do mundo não importa mais.
 
Fica com algém que te transborde. Que te faça sentir que tu vais explodir de tanto amor. Que te faça sentir a pessoa mais especial do universo. Fica com algém que de sentido a todos os cliches apaixonados.
 
Fica com alguém que faça planos. Que veja um futuro ao teu lado. Que te carregue para onde for. Que planeie contigo um casamento na praia, uma casa no campo e um labrador no quintal. Fica com alguém que apesar de saber que consegue viver sem ti, escolha viver contigo.
 
Fica com alguém que não se esconda. Que não te esconda. Que cada palavra seja directa e clara. Que não de brechas para o mal entendido. Que faça o que fale e fale o que faça. Fica com alguém cujas palavras complementam as suas acções.
 
Fica com alguém que te admire. Que te impulsiona para a frente. Que te apoie quando mais ninguém acreditar em ti. Que te ajude a transformar sonhos em realidade. Fica com alguém que acredite que tu és capaz de tudo aquilo que queiras.
 
Fica com alguém que tu não precises de convencer de que tu vales a pena. Que não tenhas duvidas. Fica com alguém que te olhe da cabeça aos pés e saiba, sem hesitar, que és tu e só tu.
 
Fica com alguém que te faça olhar para trás e agradecer por não ter dado certo com mais ninguém antes. Fica com alguém que faça não existir mais ninguém depois.
 
Marina Barbieri

domingo, 17 de maio de 2015

#1992

 


Encosta-te só mais um pouco. Chega-te só mais um bocadinho. Abraça-me durante só mais algum tempo.

Não me apetece começar o dia. Não me apetece o dia lá fora. Apetece-me, ao invés, ficar sossegada no teu abraço. Apetece-me sonhar só um pouco mais.

Envolve-me só mais um instante nos teus braços. Dá-me só mais um pouco de mimo para enfrentar o dia. Só mais um beijo que aquece o Inverno.


Bom dia, meu amor.
Hoje, ficamos aqui?

sexta-feira, 15 de maio de 2015

#1990


Não quero ser a mulher dos teus sonhos. Não quero ser algo que colocas num pedestal e admiras. A mais bela, sempre impecavelmente arranjada. Não quero ser escultural. Não quero ser quem te bajula e faz todas as vontades. Que só tem dias bons e sorrisos. Que nunca falha e é perfeita.
 
Quero ser a tua mulher real. Aquela com quem reclamas. E que reclama contigo. A que também acorda despenteada e com cara de poucos amigos. Povoada de imperfeições! Aquela que tem falhas e omissões, mas que sabe pedir desculpa. Aquela que contigo adormece e te deixa enroscar quando a cama está fria. A que te prepara um café pela manhã, antes de saíres de casa. A que te dá ó último quadrado de chocolate! A que espera por ti para jantar, nos dias longos em que chegas tarde. A que, pelo dia, te recorda que te ama. A que te acompanha. A que te desafia a chegar mais longe. A que precisa de um abraço especial num dia mau. A que dá colo às tuas birras.
 
Não quero ser a mulher dos teus sonhos: quero ser a tua mulher ideal. E real.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

#1989



Ler-te do princípio ao fim. Absorver todos os capítulos. Descobrir-te todas as páginas. Decifrar-te todas as linhas. Saber-te todas as letras.

És o livro que eu quero ler.
Em Braille.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

#1988



Só por estares me descansas e sossegas.
Só por estares me fazes sorrir.
Só por estares o meu dia muda e fica mais leve.
Só por estares o mundo é fácil.
Só por estares me apetece o beijo.
Só por estares te quero no abraço.
Só por estares me apetece ficar e aninhar.
Só por estares eu sou.
Basta estares. Basta sermos....
Bastas tu.

terça-feira, 12 de maio de 2015

#1987



Gosto de quem diz "bom dia", "boa noite", "desculpa", "tenho saudades" e "gosto e ti".
De quem diz "hoje não, mas amanhã sim" e de quem não promete fazer, mas promete tentar.
De quem me faz rir e me chama nomes parvos.
De quem me ouve e atura.
Gosto de quem é companheiro, leal, amigo, verdadeiro e birrento.
Gosto de quem é real e de quem torna fácil ser eu.
Gosto de ouvir quem me ouve.
De apoiar quem me apoia.
De abraçar quem me abraça.
De segurar quem não me larga.
De ficar ...onde me querem!

segunda-feira, 11 de maio de 2015

#1986



Gosto
Gosto de pessoas criativas,
que têm ideias e as põem em prática.
Gosto de pessoas sensíveis,
que conseguem ler-nos a alma através do olhar, do sorriso ou da falta dele....

Gosto de pessoas com sentido estético,
que duma nuvem, um rio ou uma folha caída no chão fazem uma foto artística.
Gosto de pessoas que choram ou riem sempre que têm vontade,
sem vergonha ou dissimulação.
Gosto de pessoas que amam,
que sofrem por amor e mesmo assim não desistem de procurar, no amor, a felicidade.

Gosto de pessoas poéticas…
que ao lerem a nossa alma tiram dela uma foto artística,
que põem no papel, em forma de palavras,
e gravam no coração, em forma de emoção,
fazendo-nos rir, chorar ou sonhar…

domingo, 10 de maio de 2015

#1585




FALA DE MIM....
Conta-me como me sentes, como te faço sentir, como me experiencias...
FALA DE MIM....

sábado, 9 de maio de 2015

#1584

 
 
Niemand weet waarom de dag weer nacht wordt
niemand weet waarom de zon nog schijnt
niemand weet waarom de kille wind nog waaien zou
maar ik weet dat ik van je hou

Niemand weet waarom er sterren vallen
niemand weet waarom de dood ons volgt
niemand weet waarom er mensen slapen in de kou
maar ik weet dat ik van je hou

Hou me vast, leg m`n hoofd lief op je schouder
hou me vast, streel me zachtjes door m`n haar
hou me vast, soms wordt het allemaal eventjes te veel
en bij jou zijn, is dan alles wat ik wil

Niemand weet waarom geluk soms wegwaait
niemand weet waarom een bloem verwelkt
niemand weet waarom jij de enige bent die ik vertrouw
maar ik weet dat ik van je hou

Hou me vast, leg m`n hoofd lief op je schouder
hou me vast, streel me zachtjes door m`n haar
hou me vast, soms wordt het allemaal eventjes te veel
en bij jou zijn, is dan alles wat ik wil

Vraag me niets, zeg me niets, sla je armen om me heen
praat niet met me, hou me stevig vast
woorden schieten toch tekort, als ik m`n hart bij jou uitstort
praat niet met me, hou me stevig vast

Hou me vast, leg m`n hoofd lief op je schouder
hou me vast, streel me zachtjes door m`n haar
hou me vast, soms wordt het allemaal eventjes te veel
en bij jou zijn, is dan alles wat ik wil

sexta-feira, 8 de maio de 2015

#1583



Relembraste-me o sorriso. Aquele sorriso que vem de dentro. Que salta só por um pensamento. Recordaste-me a vontade. Aquela vontade que desinquieta e liberta.
Acordaste-me de um sonho de onde eu teimava em não sair. De onde me impedia de partir. Trouxeste-me a paz urgente. E um beijo quente.
Devolveste-me a sanidade e a loucura. E um sentimento que perdura.
Deixaste-me uma calma apressada. E uma vontade embaraçada.
Lembraste-me o decorar um cheiro e um toque. E tudo aquilo que me move.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

#1582



Só sei ser eu.
Nada mais que isto.
Não me sei inventar, não sei ser mais conveniente ou mais acertada.
Não sei ser sempre bem disposta e racional.
Não sei não reclamar.
Não sei não me isolar.
Só sei ser eu. Não sei inventar outra pessoa.
Não me sei mostrar outra que não eu.
Não sei não me dar, não me mostrar ou jogar.
Só sei ser eu. Nada mais que eu. Com todas as falhas e imperfeições.
Com todas as transparências e ilusões.
...
Só sei ser eu. Apenas eu.
 
Um Eu Teu!

quarta-feira, 6 de maio de 2015

#1581



Gosto dos nossos nós. Gosto dos momentos em que somos apenas nós. Nós e nós. Em que nos perdemos em nós. Em que eu e tu não faz sentido porque só o nós importa.
Gosto sempre de nós.

Gosto dos nossos nós. Dos nossos nós calados. Dos nossos nós sorridentes e dos nós embirrantes. Dos nossos nós que provocam e desafiam o outro. Gosto quando os nossos nós adormecem um com o outro. Quando se dão bom di
a na pressa da manhã. Gosto quando os nossos nós conversam calados e nem nos dão atenção.

Gosto. Gosto de ti.
Mas gosto mais de nós.

terça-feira, 5 de maio de 2015

#1580

 
 
✿*´¨)*
¸.•*¸.• ✿´¨).• ✿¨)
(¸.•´*(¸.•´*(.¸. •* ✿

segunda-feira, 4 de maio de 2015

domingo, 3 de maio de 2015

#1578



Some people care too much... I call it love!
 
✿*´¨)*
¸.•*¸.• ✿´¨).• ✿¨)
(¸.•´*(¸.•´*(.¸. •* ✿

sábado, 2 de maio de 2015

#1577


 
Dás-me um beijo de bom dia? Um daqueles, tu sabes...

Um beijo de bom dia que faz sorrir por dentro. Que nos acorda e desperta. Que troca a alma de sítio. Que arrepia sem termos frio.

Um beijo de bom dia que nos faz sonhar com o beijo de boa noite. Que nos faz ansiar pelo fim do dia...


Dás-me um beijo de bom dia, meu amor?

sexta-feira, 1 de maio de 2015

#1576



Anda. Pega-me na mão e leva-me para dormir. Não acendas a luz que me fazes acordar. Deita-me, dá-me um beijo de boa noite e aconchega-me o cobertor. Deita-te ao meu lado devagarinho sem me acordares. Pousa só a tua mão na minha.
Gosto de te sentir assim por perto.