quarta-feira, 30 de março de 2011

terça-feira, 29 de março de 2011

#178

Porque sabes que sou uma APAIXONADA... principalmente por TI!

BOM DIA AMOR LINDO

sábado, 26 de março de 2011

quarta-feira, 23 de março de 2011

sexta-feira, 18 de março de 2011

terça-feira, 15 de março de 2011

sexta-feira, 11 de março de 2011

#160


O VERDADEIRO "BOM DIA" É TODOS AQUELES DIAS QUE ME ENTREGO A TI DE CORPO E ALMA


AMO-TE

quarta-feira, 9 de março de 2011

#158


E EU JÁ TENHO UM GRANDE CAMPEÃO AO MEU LADO: TU!
BEIJOCAS SUPER DOCES MEU AMOR/CAMPEÃO

sábado, 5 de março de 2011

sexta-feira, 4 de março de 2011

#153

INCONDICIONALMENTE

"...tivesse eu as capacidades de um deus, mesmo dos da antiguidade, de um Zeus, de um Júpiter ou mesmo de um Marte ou até mesmo, porque não, duma Diana… tivesse eu os poderes de tudo demonstrar sem ter de provar, ou seja, bastar ser e não ter de provar que sou o que sou ou quem sou… tivesse eu toda essa força mágica e logo seria a mais pura prova do que há muito persigo: seria o Amor transformado em entrega, seria o Amor pleno, aquele que vive de si mesmo para se bastar e na totalidade se entregar… o Amor que deixaria de o ser para passar ao patamar superior do estatuto da fórmula única da vida plena que é Amar… passamos tempos e tempos sem sabermos o que é isso do Amor ou como é que se Ama e um dia, sem sabermos como, tudo surge ali, à nossa frente, sereno, demonstrativo da nossa anterior ignorância e dizendo-nos bem no nosso interior que o Amor está aqui dentro de cada um de nós e, como tal, livre de ser entregue ao próximo… e é nesse momento, quando o Amor sai de dentro de nós e o entregamos a alguém que ele se transforma numa dádiva e assim, de uma forma tão simples, passamos a Amar… esta entrega, esta forma de se estar na vida, pressupõe a inexistência de condições incluindo o não retorno, ou seja, amar mesmo que não nos amem… essa é a única forma de provar a nós mesmos que estamos a Amar e não tão pobremente apenas a gostar… é por isso que estou sempre a falar do mesmo, a batalhar todo o tempo na tentativa de demonstrar, sem ter de provar, que Amar é a minha forma de ser… tentar provar que se ama é uma forma de se negar a si mesmo porque quem ama não precisa de se afirmar: entrega-se, apenas…

Entrego-me a ti nas mais pequeninas coisas, mesmo até nos elementos que não são visíveis mas que existem, que estão lá, em ti, vindas de mim… entrego-me a ti sem perder a minha identidade, sem deixar de ser eu mesma mas o que sou o transmito, o envio, o entrego em totalidade… entrego-me a ti em serenidade, em luz, em paz, em harmonia, com força, com garra, com espírito e alegria… entrego-me a ti num sorriso, num toque, numa palavra, numa frase… entrego-me a ti num beijo, num corpo, numa alma, com a totalidade do meu eu… entrego-me a ti tal como sou, impura talvez, mas com doçura, em humildade e sem qualquer altivez… entrego-me a ti por amor…”

Texto por LOBICES

quinta-feira, 3 de março de 2011

terça-feira, 1 de março de 2011

#150


Thank you for loving me
For being my eyes
When I couldn't see
For parting my lips
When I couldn't breathe
Thank you for loving me
Thank you for loving me

GOOD MORNING SWEETHEART