terça-feira, 22 de julho de 2014

#1295



Amei-te este ano.
Amei-te no ano anterior.
Amar-te-ei no próximo.

Amei-te ontem, com a intensidade da eternidade.
Amo-te hoje, com a segurança de todos os dias.
Amar-te-ei amanhã, com a insegurança do tempo.

Amar não se escolhe. Não se decide. Não decidimos gostar e passamos a não querer amar. Não vamos ali ao lado desistir.

Amo-te na ausência e na presença. No riso e nas lágrimas. Dentro do teu abraço e até mesmo quando ele nos falta. Amo-te nos beijos dados e nos beijos ansiados. Amo-te na palavra e no silêncio. Na calmaria e na tempestade.

Amo-te hoje. Amanhã. E sempre. E ainda mais um dia

1 comentário:

Helena Medeiros Helena disse...

Um casal lindo, textos maravilhosos, poesia exalando em cada declaração de amor, imagens expressivas, enfim, um cantinho gostoso de se estar. Neste mundo onde tantos casais estão se digladiando dia a dia, dá gosto ver um amor assim, transbordando de alegria e tão harmoniosamente construído. Que os sorrisos estejam sempre enfeitando suas vidas e as estrelas iluminando seus caminhos.
Com carinho,
Helena